SUSTENTABILIDADE NO DIA DAS MÃES

3

Fuja do óbvio e presenteie sua mãe com produtos sustentáveis no Dia das Mães

Quando pensamos nos bastidores do setor têxtil, a realidade é crítica. Há exploração de mão de obra, os produtos não são sustentáveis, há extração de matéria-prima feita de forma desrespeitosa e sem regulamentações, informalidade etc. Em contrapartida, já existem marcas de roupas e acessórios buscando melhorar esse processo e criar uma moda com o menor impacto possível.

Os produtos são desenvolvidos a partir de materiais reciclados e já estão conquistando os consumidores que buscam um novo conceito na hora de comprar o presente para o Dia das Mães. Se você está em dúvida sobre o que comprar, mas quer fugir do óbvio, uma boa opção é apostar em produtos diferenciados, desenvolvidos sob o viés da sustentabilidade, como a MUMO.

MUMOa marca que propõe impactar socialmente o mercado de moda, traz uma coleção especial de Dia das Mães com peças contemporâneas, compostas por materiais sustentáveis, para que as mulheres possam compartilhar o mesmo estilo e propósito com seus pequenos.

Divulgação MUMO

Com o título “Melhores Juntos”, esta campanha será composta por peças pensadas para que mães, filhos e filhas possam ter looks combinados, como vestidos em veludo ou listrados, nos tamanhos adulto e pequeno, além de t-shirts com as mesmas estampas em ambos os tamanhos. São roupas em algodão com o selo Better Cotton Initiative (BCI) ou as 100% de algodão orgânico, além das feitas com tecidos que seriam descartados e que a MUMO compra para o reuso, o chamado upcycling.

Divulgação MUMO

A  diretora criativa da MUMO, Luana Goldstein, conta como foi o processo de elaboração da campanha”quando pensamos sobre como poderíamos tratar uma data tão afetiva e importante, mas que também tivesse nossa visão de mundo – que é a redução do impacto da moda no nosso planeta –, não poderíamos pensar em abordagem melhor. Com isso, conseguimos sair do óbvio, de ter peças que além de serem todas em matérias primas sustentáveis, poderiam ser compartilhadas entre as mães e também seus meninos e meninas”.

Divulgação MUMO