IMPRESSÃO FINE ART

destaque print

Impressão de altíssima definição voltada para fotógrafos, artistas plásticos e amantes das artes oferece garantia de qualidade e tem durabilidade de duas décadas

Por Layse Barnabé de Moraes

Fotos Fábio Pitrez

 

Com cuidado no processo e reprodução fiel de imagem, a fine art é um tipo de impressão que agrega duas características primordiais: o máximo de qualidade com o máximo de durabilidade. Para saber mais sobre isso, fomos até a gráfica Nova Supri e conversamos com o proprietário, Paulo Rogério Cordeiro, sobre as singularidades desse tipo de serviço.

Segundo ele, o equipamento específico para fine art consegue reproduzir imagens com uma durabilidade de dois séculos – tudo isso com uma precisão de cores e o máximo de nuances. “Essa máquina trabalha com 12 cores, então garante o máximo de qualidade e proximidade com a pintura ou fotografia original, sem nenhuma variação que possa causar algum estranhamento”, explica ele.

A impressão fine art costuma atender, principalmente, fotógrafos, colecionadores e artistas plásticos. Mas, segundo Paulo, nada impede de eternizar uma foto de família nesse tipo de impressão. A palavra-chave é exigência por alta qualidade, então fotografias em equipamentos profissionais, que possibilitam altíssima definição, acabam demandando uma impressão à altura.

Outro ponto importante são os papéis, que fazem toda a diferença no resultado final. Na Nova Supri, são mais de 22 tipos de papéis e gramaturas diferentes, todos da Canson, que, segundo Paulo, tem a melhor linha de qualidade para atender aos clientes de fine art.

A Nova Supri é uma gráfica rápida que tem 12 anos de história. Natural de Campinas, está em terras londrinenses há menos de um ano. Com a impressão fine art, pretende suprir uma demanda do mercado local, já que, aqui em Londrina, são poucas as gráficas que trabalham com essa especificidade.

Sobre o custo, os papéis mais simples chegam a ter o mesmo custo de uma revelação de fotografia, Paulo explica: “Já o mate, da Canson, é uma das mídias mais caras, mas tem uma definição impecável. Tudo depende da exigência do cliente. Se a exigência for alta, essa é a impressão para você”.