LOFT: DO CONCEITO ORIGINAL AO CONTEMPORÂNEO

008_002_AntigaIgreja_LincThelenDesign_ScrafanoArchitects_JimTschetter

O interessante do loft, seja em ambientes novos ou reformados, é a integração espacial que favorece e facilita a dinâmica do dia a dia, possibilitando que você invente e reinvente seu universo particular de acordo com as suas necessidades

por Edson Faria

Foto abertura | Antiga igreja | Fonte: Linc Thelen Design+Scrafano Architect | Foto: Jim Tschetter  

Oriundo dos bairros nova-iorquinos decadentes do final da década de 1960, mais do que uma tipologia arquitetônica, o loft urbano estava relacionado a um estilo de vida e a um modo específico de utilizar o espaço. Pouco assemelhado às construções atuais, o modelo original era uma estrutura multifuncional instalada nos andares superiores de antigos barracões industriais datados do final do século XIX. O termo loft, sótão em inglês, provém justamente dessa característica que o assemelhava a um apartamento de cobertura.

Alugados a baixos preços por profissionais liberais, estes espaços eram destinados à moradia, ao trabalho e ao divertimento. Seu surgimento se deu como alternativa barata a uma necessidade de artistas ligados à arte, à música e à arquitetura que ainda buscavam estabilidade financeira. Concentrados principalmente no bairro Soho, os lofts só ganharam status social e se tornaram tendência algum tempo depois por meio da revitalização dessas áreas realizada pela prefeitura.

O modelo original tinha todas as características que se espera de um barracão industrial. O plano aberto com pé-direito duplo e mezanino promovia a integração total entre os ambientes e suas funções. Por se tratar de uma adaptação, eles apresentavam também instalações elétricas e hidráulicas aparentes, iluminação natural promovida por grandes aberturas e rusticidade de acabamentos pelo uso do concreto e do tijolo. A essência desse conceito era a reutilização, ou seja, converter em habitação aquilo que antes era destinado a outra função. Andy Warhol talvez tenha sido o maior divulgador dessa forma de viver, proporcionando visibilidade e agregando valor ao que, até então, era menosprezado.

Fonte: Andrew Franz Architect | Foto: Albert Vecerka – Esto

No Brasil, a falta de espaços industriais em áreas urbanas forçou uma adaptação do conceito original, fazendo com que apenas algumas de suas características perdurassem com o tempo. O modelo atual perdeu a reutilização como essência, ressurgindo como uma edificação nova mas que reproduz o layout dos antigos galpões. As denominadas construções loft-inspired prezam pela fluidez espacial, se diferenciando das moradias atuais por meio do seu pé-direito elevado com a possível presença do mezanino.  Sendo assim, não é qualquer integração de sala com cozinha que pode ser identificada como loft, pois se assim fosse, a maioria das edificações se enquadrariam nesse perfil.

Loft Inspired | Fonte: Taller Estilo Arquitectura | Foto: David Cervera

Por apresentar uma ambientação fluida, sem repartições internas, que aproxima a área social da área de serviço e destina ao mezanino à área íntima, o loft cria um ambiente sofisticado mas casual, que o torna desejo de consumo dos solteiros e dos casais sem filhos. Apaixonados por essa tipologia, numa tentativa que recria aquela atmosfera de improviso e adaptação, optam também por reforçar sua identidade visual fazendo uso das mesmas instalações e acabamento rústicos que caracterizavam os originais nova-iorquinos dos anos de 1960. A delimitação dos ambientes fica por conta do próprio mobiliário, que se destaca em meio a amplitude.

O interessante dessa tipologia, seja em ambientes novos ou reformados, é integração espacial que favorece e facilita a dinâmica do dia a dia, possibilitando que você invente e reinvente seu universo particular de acordo com as suas necessidades. Seja no âmbito do uso do espaço, do estilo de decoração ou da maneira de viver, a liberdade sempre esteve ligada a esse modelo de moradia, fazendo com que o conceito de loft continue evoluindo, se adaptando às novas exigências sociais e garantindo sua permanência como tendência em estilo de vida.

Loft Inspired | Fonte: Nildo José + Arquitetos Associados – CasaCor SP 2018 | Foto: Rafael Renzo