DECORAÇÃO QUE FALA: FRASES SÃO TENDÊNCIA NA CASACOR SÃO PAULO

casa cor 3

Foi-se o tempo em que a função do design era puramente estética. A decoração afetiva, que comunica e conta a história de seus moradores é uma das tendências que fazem parte de um novo morar, cada vez mais acolhedor e cheio de personalidade.
Na CASACOR São Paulo, os profissionais abusaram da criatividade para trazerem suas mensagens das mais diversas formas. De plaquinhas bem humoradas a bordados carregados de poesia, as palavras ganharam espaço especial na 32ª edição da mostra paulistana.
Logo no início do percurso, os visitantes da CASACOR são recebidos com as plaquinhas do Refúgio Urbano de Marina Linhares. Divertidas porém não menos inspiradoras, como o próprio espaço, mensagens como “É hora de descoisar as coisas que estão coisadas” foram utilizadas para compor o ambiente. Em seu refúgio, a designer paulista conta ainda com outra placa que dá o recado: “Se manca, cafona!”

No Transtudio de Ricardo Abreu Borges, espaço dedicado a uma mulher transexual, a palavra de ordem veio em forma de neon fixado na parede: “Be anything” (“Seja qualquer coisa”, em tradução livre do inglês). Segundo o profissional, a mensagem funciona como um verdadeiro manifesto e sintetiza o conceito de diversidade que o ambiente propõe. A frase, que fez parte de uma campanha da boneca Barbie em 2015, quer provocar uma reflexão nos visitantes sobre a importância de ser o direito de escolha de cada um.

(Divulgação)

Para sua estreia na CASACOR São Paulo, o arquiteto catarinense Marcelo Salum resolveu homenagear a cidade anfitriã. O espaço “Alguma coisa acontece no meu coração” reverencia a metrópole com muita bossa e delicadeza. Para musicalizar a história, Salum utilizou na produção do espaço tecidos cuidadosamente bordados com trechos de canções de Chico Buarque e Caetano Veloso, artistas que também prestam suas homenagens a São Paulo em suas obras. O profissional utilizou toalhas e colchas como telas para transmitir sua mensagem no espaço.

(Divulgação)

A natureza é o ponto central da Casa Raízes assinada pelo profissionais da Triplex Arquitetura. No espaço que mistura elementos rústicos com peças de design, chama atenção uma árvore no banheiro com a plaquinha que avisa “Sou daqui”, indicando a primeira habitante da casa. No mesmo espaço, é possível conferir ainda frases como “Nossos bosques têm mais vida”, retirada do hino nacional brasileiro.

(Divulgação)

(Divulgação)

No banheiro No Gender de Lisandro Piloni, plaquinhas divertidas surgem para transmitir um conceito diversidade e respeito de forma leve e descontraída. Além de instruções bem humoradas nas cabines do espaço funcional, Piloni optou pelo neon para deixar uma mensagem que resume o conceito do ambiente: Whatever You Want (“O que você quiser”, em inglês).

(Divulgação)

 

A simples e reflexiva “Procuro-me”, se repete em outro ambiente da mostra. Além da Casa Raízes, a Villa Olivo de João Armentano também ganhou a plaquinha, que foi instalada na estante do living.
O público tem até o dia 29 de julho para conferir de perto essas e outras tendências trazidas pelos profissionais para a CASACOR São Paulo em 82 ambientes que compõem o evento da mostra no País.

Vai lá: 

CASACOR SÃO PAULO 2018
Quando: De 22 de maio a 29 de julho
Terça a sábado, das 12h às 21h
Domingo, das 12h às 20h
Onde: Jockey Club de São Paulo – Avenida Lineu de Paula Machado, nº 875 – Cidade Jardim
Estacionamento no local a R$ 35

INGRESSOS
De terça a quinta-feira: ingresso inteiro: R$ 60 | meia entrada: R$ 30
Sexta, sábado, domingo e feriados: ingresso inteiro: R$ 76 | meia entrada: R$ 38
Passaporte único: R$ 180
Crianças de até 12 anos, acompanhadas de adulto, têm entrada livre.
As vendas dos ingressos para São Paulo estão disponíveis via site do Ingresso Rápido, pelo link:
http://www.ingressorapido.com.br/event/6142/d/25627

(a4&holofote Comunicação)