MATÉRIA DA DROPS LEVA PRIMEIRO LUGAR NO 13º PRÊMIO OCEPAR DE JORNALISMO

913forum_presidentes_06_09_2019_718_478_90

“Cooperativismo estimulando transformações sociais”, assinada por Nara Chiquetti, foi eleita a melhor reportagem na categoria Jornalismo Impresso

A matéria “Cooperativismo estimulando transformações sociais”, assinada pela jornalista Nara Chiquetti, com fotografias de Fábio Pitrez, na Drops n. 7, ganhou o primeiro lugar no 13º Prêmio Ocepar de Jornalismo na categoria Jornalismo Impresso, que premiou as melhores matérias com o tema:  “No campo ou na cidade somos o cooperativismo no Paraná”. A matéria da Drops focalizou a agência digital do Sicredi União PR/SP, em Cafeara, primeira do Sistema no Brasil que, mais do que transações financeiras, contribui para a transformação financeira e social do município.

Segundo informações do Prêmio Ocepar de Jornalismo, este é “um programa institucional desenvolvido pelo Sistema Ocepar (Ocepar – Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná, Fecoopar – Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná e Sescoop/PR – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo), com patrocínio da Central Sicredi PR/SP/RJ e da Federação Unimed do Paraná e apoio institucional da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor/PR) e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná. Desde sua criação, em 2004, o Prêmio Ocepar de Jornalismo visa mobilizar e reconhecer o trabalho desenvolvido por jornalistas dedicados a divulgar ações econômicas e sociais realizadas pelo cooperativismo paranaense”.

A jornalista Nara Chiquetti conta que quando recebeu a informação do projeto do Sicredi, imediatamente achou inovador para a empresa e principalmente para a comunidade local: “ali estava uma história que com certeza valia a pena ser contada. Ao conhecer de perto tudo o que foi feito, desde a idealização pelos dirigentes da cooperativa até o cuidado no marketing de lançamento, o investimento na mudança cultural e de costumes desenvolvido pela cooperativa em toda a comunidade, levando ao alcance dos cidadãos não só produtos bancários, mas principalmente conhecimento financeiro e sobre os princípios cooperativistas. Foi algo bem marcante ouvir as histórias dos cooperados, dos comerciantes locais impactados positivamente e da paixão demonstrada pelos funcionários do Sicredi pelo cooperativismo. Uma grande experiência, uma pauta que amei fazer”. Para ela, o mérito da matéria está em dois pontos: “a veracidade da descrição dos resultados alcançados pelo cooperativismo e o cuidado na maneira de contar as histórias das nossas personagens”, uma marca da Revista Drops desde sua primeira edição.

O 13º Prêmio Ocepar de Jornalismo foi a edição com maior número de trabalhos inscritos, o que fez com que Nara Chiquetti ficasse ainda mais emocionada pelo prêmio: “Um grande orgulho ver meu trabalho reconhecido. Eu sabia da relevância do assunto, e estava muito confiante. Mas receber o primeiro lugar foi realmente maravilhoso”, conta ela.

Sobre ter ganhado especificamente na categoria Jornalismo Impresso, Nara ressalta o desafio diário de colocar em circulação uma publicação impressa em tempos tão digitais: “O impresso é encantador. A Drops preza pela sua qualidade editorial e de imagem, e isso é um imenso diferencial. Agradeço ao cooperativismo por suas lições de união e desenvolvimento, agradeço ao Fábio Pitrez pela grande parceria e abertura e pelo empenho em investir no jornalismo impresso. Amo fazer impresso, já atuei em outras áreas do jornalismo, mas com certeza impresso é o que mais me encanta. Esse prêmio vem coroar e confirmar que o jornalismo impresso tem extrema relevância e, acredito firmemente, muita vida pela frente.  O digital permeia nossa vida, mas nada se compara ao prazer de manipular uma revista, um jornal impresso”.

 

Páginas iniciais da matéria premiada

 

Foto destaque: Acervo Ocepar de Jornalismo/Divulgação